domingo, 19 de junho de 2011

A Weltanschauung e o sapo no fundo do poço


Gostaria de dedicar esse post à meu grande amigo Fabian Meyeriseck, 22 anos, alemão, estudante de medicina da Universidade de Greifswald(Germany). Fabian e eu nos conhecemos em Cape Town no verão de 2011 e etudamos juntos na Good Hope, abraços amigo.


Weltanschauung é uma palavra de origem alemã que significa literalmente visão de mundo ou cosmovisão. Outro sentido do termo é o de uma imagem do mundo imposta ao povo de uma nação.

Diante da grande instabilidade econômica internacional e o iminente colapso do dólar contrastado com a precária "imagem de mundo" que o indivíduo brasileiro adquiriu ao longo de sua má formação, me sinto forçado a expor esse assunto.

O que mais me assusta na maioria do povo brasileiro, é sua visão rósea de futuro em meio ao caos global. Definitivamente devo concordar com os críticos que declaram: "No Brasil quase tudo acaba em samba", ou deveria eu dizer, em alienação ?

O Brasil está dando um espetáculo de inconsciência, de insensibilidade, de sonsice irresponsável como jamais se viu no mundo. Devemos parar os pandeiros e entender que nem tudo esta indo bem e que as coisas ficarão bem piores, o Colapso econômico é inevitável, seja ele em que nível for.

Estamos vivendo uma fusão explosiva entre a desarticulação geopolitica e a crise econômica financeira mundial e isso cedo ou tarde afetará nossa realidade, entretanto quando tocamos no assunto nossa reação é de desdém.

Hà dois anos atrás no Brasil se você falasse em teoria da conspiração você era chamado de doido, hoje a previsão dos caras esta acontecendo e agora?

É como a história do sapo no fundo do poço. O sapo no fundo do poço se você perguntar pra ele o que é o céu ele vai te responder que é um buraco no teto. Portanto aquele circulozinho, aquele horizontezinho de visão nos tem alienado da realidade.

Pessoal larguemos os repiques, a nossa weltanschauung deve ser gerada por um consistente e integral senso de existência para fornecer uma base para gerar, sustentar e aplicar conhecimento.

Vamos organizar a nossa percepção causal do mundo isso nos alarga imensamente os horizontes.

Ales Klar
Postar um comentário