sexta-feira, 22 de julho de 2011

Balance the Budget

A elevação do limite de endividamento dos Estados Unidos é, antes de mais nada, uma guerra política entre republicanos e democratas. De um lado o presidente Barack Obama apresenta um acordo para o aumento da taxação dos impostos que afetaria os mais ricos e na outra ponta os republicanos não querem os aumentos dos impostos, resistem e ameaçam obrigar os EUA a declarar moratória. Mas ambos os partidos têm um objetivo em comum: a eleição presidencial de 2012.

Os Republicamos estão com uma política de "Bringmanship", ou seja, vamos levar essa negociação até a beira do abismo, apostando saber se o pessoal cai no abismo ou não.

Escolhas não são fáceis. Principalmente aquelas que podem mudar o destino de um país de uma hora pra outra.

A razão da Crise Européia e Americana é a derrocada da proposta política da social-democracia, que esta falindo o Capitalismo.

Agosto poderá ser o mês fatídico.O mundo está sob ameaça equivalente àquela que viveu em 1929.FALTAM 10 DIAS para sabermos o destino mundial.

Os republicanos,não parecem dispostos a ceder sem um profundo corte nos gastos públicos, que decretaria o fim da social-democracia americana.

Não é possível ter um Estado tão agigantado e pagante de contas para as quais não tem recursos , ainda que eleve a tributação aos céus.

Acredito também que o Congresso aprove o aumento do teto, por outro lado emitir moeda em profusão é tomar pinga na boca da garrafa. É o que estamos a ver na União Européia.

Nunca vi ninguém pagar uma dívida fazendo mais dívidas, é o que vai acabar acontecendo com os Americanos.

Se os americanos tivessem elaborado um equilíbrio orçamentário 40 anos atrás,e praticado isso a cada ano, não estariam na situação que estão hoje.

Abraço

Postar um comentário