quinta-feira, 12 de março de 2015

Esquerda e Direita

Vamos entender bem e demolir as dúvidas sobre "Esquerda" e "Direita" ?

A palavra "princípio" significa "o que vem por primeiro" (tá no evangelho de João também --> "no PRINCÍPIO era o Verbo..."). Assim, qualquer sistema de ideias logicamente organizado tem um princípio reitor, no qual se assentam as posturas ou propostas desse sistema de ideias. 

É este princípio reitor que determinará as medidas a serem tomadas (num pensamento dedutivo, partindo de uma premissa geral, e indo para situações particulares).

Sendo assim, o que caracteriza o que chamamos de "direita" é o pensamento liberal. Ou seja, parte do pressuposto que com o esforço individual de cada um, é possível construir algo e receber sua recompensa por seu merecimento. 

Numa visão liberal, a interferência estatal em relações particulares seria algo indesejável, pois feriria o direito à livre iniciativa. Assim, preferem a ampla liberdade entre mercados, sem considerar muito os pontos sociais.

Já a "esquerda" seria motivada pelo cuidado com o social. Ou seja, uma visão mais coletiva, de que o Estado precisaria interferir em relações privadas, já que elas repercutem diretamente no tipo de sociedade que vivemos. 

O Estado deveria intervir quando ingerências muito agressivas da iniciativa privada venham a ferir direitos sociais (como o direito ao trabalho, previdência, saúde, educação...). Entende-se que a livre iniciativa se orientaria pela busca de lucros (e o Estado "atrapalha" isso) não conseguiria atender satisfatoriamente e amplamente estes direitos sociais.

A questão é que tanto na esquerda como na direita há interesses distintos. Veja que eu NÃO ESTOU FALANDO DE GOVERNOS, estou discutindo politicamente os conceitos "esquerda" e "direita".

Todo princípio é orientado a um interesse, um fim, o qual se implementa através de medidas harmônicas com o princípio reitor de cada sistema (seja o sistema de ideias de "direita"; seja o sistema de ideias de "esquerda").

Genericamente falando, o interesse da direita é ter a mais ampla e irrestrita liberdade, em todos os planos da vida (no trabalho, na educação, na saúde; o cidadão que pague por todos eles).

E o interesse da esquerda é a proteção do social de forma mais abrangente possível (no trabalho, na saúde, na educação ; o cidadão comum é o ponto mais frágil em todas as relações, e precisa estar coberto por políticas públicas universais).

Ficou claro ?

Dúvidas falamos.

Postar um comentário